domingo, 19 de abril de 2009

Guaraciaba do Norte [I]

"Quais os rumos do dinheiro de impostos que todos pagam?" Com esse mote iniciou-se, na sexta-feira [17/4/2009] o curso Controle Social das Contas Públicas, em Guaraciaba do Norte. O evento de abertura, organizado por Francisco Baltazar, foi realizado no Teatro João Barreto [instituição dirigida por ele]. Estiveram presentes mais de 100 alunos da Universidade Vale do Acaraú [UVA] e a meta de é reunir 200 estudantes em torno do assunto. O curso a distância, organizado pela Fundação Demócrito Rocha [FDR] e Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Ceará [TCM] já está com 33 mil inscritos. Na sua cidade de origem, Baltazar quer complementar as disciplinas oferecidas a distância com uma série de seminários, que resultarão em créditos para os estudantes da UVA.
Neste primeiro seminário, o presidente do TCM, Ernesto Sabóia, defendeu a necessidade de mais auditores para fiscalizar as contas públicas e disse que a sociedade tem de dar a sua contribuição. Por isso, disse, tomou a iniciativa de propor o curso à FDR, de modo a capacitar o cidadão para melhor exercer seu papel fiscalizatório. Eu falei sobre a importância do jornalismo, da necessidade de transparência das contas públicas, e da luta pelo direito ao acesso às informações públicas, temas do fascículo que escrevi para o curso.
A propósito, os professores Palmira Soares [vice-reitora da UVA] e Leoman Gomes [pró-reitor de extensão] deram uma informação que, confesso, me surpreendeu: a UVA, em Guaraciaba, tem 1.300 alunos da própria cidade e de outras da região da Serra da Ibiapaba.
[Na foto, a bela fachada do Teatro João Barreto]

Nenhum comentário:

Postar um comentário